Pousada Paraíso das Orquídeas inaugura com show de Almir Sater

Show composto por lindas canções ao som da viola do maior violeiro do país e apresentações culturais marcaram a noite

2'Cada um de nós compõe a sua história. Cada ser em si carrega o dom de ser capaz, e ser feliz... Penso que cumprir a vida seja simplesmente compreender a marcha e ir tocando em frente'... Ao som de Almir Sater, essa música revelou as emoções de uma noite que realizou o sonho não só de uma família e sim de toda uma comunidade. O próprio Almir Sater sempre fez questão de dizer que suas músicas são para a alma, tem significado para as pessoas que realmente entendem do que elas falam. É o artista campo-grandense que se transformou no maior violeiro do Brasil, com estilo que mistura simplicidade e qualidade em suas melodias e arranjos que misturaram viola com violões de 12 cordas, harpa paraguaia, guitarra e o som da música andina em suas composições. O som fundido às pegadas do blues. Ele alia a tradição à linguagem de sua geração, o arrasta-pé a um som meio roqueiro, com muita poesia.

Uma noite repleta de surpresas, que teve início com a inauguração da Pousada Paraíso das Orquídeas e, após, os convidados puderam apreciar danças folclóricas gaúchas do Grupo de Dança Arte Nativa Cheiro de Flor, que em outubro de 2009 deu seus primeiros passos em busca do resgate cultural da comunidade. O grupo tem o apoio da Paraíso das Orquídeas, que levou orientações aos 38 componentes (12 casais dançantes) através de professores especialistas em danças gaúchas, com treinos semanais e também suporte para a confecção das roupas que repassassem a simbologia da identidade gaúcha. Essa essência tradicionalista foi repassada também quando da vinda do maior pesquisador do tradicionalismo gaúcho, Paixão Côrtes. Em sua visita a Maralúcia, no início deste ano, contribuiu para o resgate da identidade desse povo e das suas representações como símbolo de uma cultura: "Não somos simplesmente um passageiro transitório da vida", disse.

1Uma noite com uma brisa típica do interior, cheiro de mata e repleto de belezas, como as das orquídeas, que estavam presentes também nos arcos da dança Jardineira e enfeitavam os cabelos das mulheres que, no palco, se orgulhavam em fazer parte deste sonho, que não era só da família Lourenci. "Sozinho não se chega a lugar nenhum, alguém teve a visão de resgatar essa comunidade que se sentia abandonada. Participamos das reuniões e nos envolvemos com os projetos da família porque entendemos que esse é um empreendimento que vai muito além do que é hoje. O sonho foi realizado, mas ainda existem muitos caminhos a percorrer. Alguém sonhava ver o que vimos aqui em Maralúcia nessa noite? Esse resgate da identidade e essa oportunidade para gerar empregos para as pessoas da vila. Essa é a visão de quem quer mudar alguma coisa. O nosso grupo de danças foi muito importante, pois é a valorização e o envolvimento das pessoas com o projeto", ressalta o presidente da comunidade, Nilson Fabris.


XOTE DA MARALÚCIA

Apresentado pelo grupo de danças, a música resgata a identidade da comunidade e retrata em detalhes a vida. Letra de Charles J. Sturm e música de Sidnei Frank, artistas riograndenses. "...Te convidamos a conhecer o paraíso. Só é preciso a Maralúcia tu chegar. Vai encontrar Pousada de fundamento. Que na hora te apresento e com certeza vai gostar... Oh Maralúcia, que me orgulho em cantar. Quero mostrar com força e luz o meu rincão. Esse é meu chão, de trabalho e hombridade, onde a amizade vale mais do que um milhão..."

POUSADA
Em 50mil metros quadrados de área você encontra um paraíso, onde a natureza foi muito generosa com o lugar. Esta beleza natural oferece aos turistas momentos e dias inesquecíveis. Através de um projeto sustentável, a Pousada Paraíso das Orquídeas oferece conforto e tranquilidade, em apartamentos localizados na encosta, com vista para as belezas do lugar. Durante o dia, estão disponíveis diversas atividades, como: caminhada pelas trilhas, visita ao orquidário que tem mais de 16mil plantas de 985 espécies, praticar esportes de aventura (entre eles: arvorismo, rafting e canoagem), andar a cavalo e passear de pedalinho pelos lagos.

A Pousada oferece estrutura para acomodação de 25 hóspedes, com apartamentos adaptados para portador de deficiência, com varanda em cada apartamento, área de lazer com piscina que mantém sistema de aquecimento e salão de festas com restaurante. A sustentabilidade é uma preocupação de toda a família Lourenci com o empreendimento, que visa o resgate da cultura regional, através da música, da dança e do artesanato. Práticas de responsabilidade sócio-ambiental também são ensinadas através do Eco-Adventure, onde o hóspede pratica esporte de aventura e aprende a importância da preservação do meio ambiente.

AMIR SATER
Em 1981, gravou seu primeiro disco. Pegou a mídia de surpresa: um músico jovem do Mato Grosso do Sul "reinventava a viola". Três anos depois, montou a "Comitiva Esperança" que viajou pelo Pantanal Mato-Grossense pesquisando a música e os costumes da região. Depois de lançar outros discos Almir Sater atuou na novela "Pantanal", que o projetou nacionalmente, junto com sua música. Em seguida, continuou como ator, em "Ana Raio e Zé Trovão". Afastou-se das novelas para se dedicar mais à música, lançando "Terra de Sonhos" em 1994. Dois anos mais tarde, voltou a atuar em novela, na Rede Globo em "O Rei do Gado", juntamente com o amigo Sérgio Reis.






Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail

 

Rua Paraíso, vila de Maralúcia, Medianeira-PR - Fone: (45) 9947-1544